Planejamento da Reforma e do Plantio - Cana

O QUE É?

Erros na programação anual de renovação (reforma) dos canaviais podem ter conseqüências desastrosas na produção da cana-de-açúcar. Este problema se intensifica levando-se em consideração que estes erros somente serão identificados após algumas safras, o que pode comprometer uma grande parcela do orçamento de médio prazo da empresa.

Além do fator financeiro, alguns outros problemas também podem ser ocasionados por uma não adequada condução da renovação dos canaviais, tais como o “envelhecimento” dos canaviais, o desequilíbrio no porcentual de áreas a serem reformadas ano a ano, a alta participação de determinadas variedades no plantel varietal na usina, dentre outros.

Estes problemas ocasionam severas perdas de produção e/ou produtividade no setor agrícola, baixa produção em toneladas/hora no setor industrial e, no curto prazo, necessidade em buscar, através de arrendamento e/ou fornecedores, a diferença da produção de cana para suprir a produção de álcool, açúcar e derivados comprometida.

Utilizando-se de técnicas de programação linear, que maximizam a rentabilidade da empresa, o “Planejamento da Reforma” da GAtec permite que a usina simule seu perfil varietal ideal para um horizonte de 5 a 10 anos, fornecendo uma projeção de reforma de todos os talhões dentro deste período.

Para tanto, o sistema necessita de uma base de dados confiável, curvas de dados tecnológicos e de produtividade que reflitam as condições da agroindústria e analisa uma série de restrições operacionais, tais como:

  • Curvas médias de pol%cana por variedade por ambiente de produção;
  • Estimativas de produtividade por variedade por estágio de corte por ambiente de produção;
  • Capital disponível e/ou necessidade de área (mínimo/máximo) para reforma por ano analisado;
  • Custos e perdas agrícolas e industriais;
  • Percentual máximo de participação de variedades no plantel varietal por safra...
  • Com os dados básicos e as restrições acima listadas, o sistema gera TODAS as possíveis políticas de reforma por talhão, resultando, ao tomador de decisão, a melhor política técnico-econômica para a empresa.
  • Dentre estas políticas possíveis, o sistema de “Planejamento da Reforma” escolhe a de maior retorno econômico para a unidade produtora.

A Figura 1 apresenta uma das telas do Sistema de “Planejamento da Reforma” . Nela estão apresentadas diversas políticas de reforma geradas pelo sistema para um único bloco de talhões (localizados na parte inferior da tela). Cada uma das políticas apresenta um valor de retorno do investimento, localizado na coluna FO (Função Objetivo).

Figura 1 – Tela de Políticas Possíveis do Planejamento da Reforma.

APLICAÇÃO

Principais benefícios

  • Proporciona acréscimos da ordem de 2% a 4% na pol%cana e de 5% a 7% na produção (tch) nas usinas usuárias;
  • Analisa todas as alternativas possíveis de reforma dos talhões e apresenta a melhor solução tecno-econômica ao usuário;
  • Disponibiliza três respostas fundamentais no processo de reforma dos talhões da usina: qual o melhor ano de reforma dos talhões, qual a melhor forma de plantio (cana de ano ou cana de ano e meio) e qual a melhor variedade a ser plantada;
  • Possibilita a análise e comparação entre simulações.

Principais Funcionalidades

  • Total integração com qualquer base de dados existente na empresa;
  • Sistema altamente amigável e de rápida assimilação pelo usuário;
  • Visualização, acompanhamento e comparação dos resultados através de gráficos e relatórios gerenciais;
  • Total visualização, alteração e acompanhamento dos resultados via mapas temáticos;

 

Resumo

  • O sistema permite a configuração de praticamente todas as restrições de reforma observadas no dia-a-dia da usina, todas elas para os cinco ou dez anos de planejamento que o sistema considera, tais como a capacidade de moagem e processamento industrial, % máximo de área por variedade no plantel cultivado, capacidades máximas e mínimas de reforma por ano e por esquema de plantio, disponibilidade de muda das variedades desafiantes, datas de encerramento de contratos, dentre outras restrições fundamentais para um plano de reforma aderente.
  • A adoção do Sistema “Planejamento da Reforma” , com certeza trará resultados compensatórios para a empresa, que possuirá uma poderosa ferramenta de planejamento a seu favor.

 

Av. Limeira, 222 - 1º andar - s. 136 | CEP: 13414-018 | Piracicaba - SP
+55 (19) 2106-0888
contato@gatec.com.br

Newsletter

Fique por dentro.